Wednesday, April 15, 2009


ATENÇÃO ATENÇÃO!!!!!!!

DE VOLTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

em outro endereço

CLICA AQUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!

MAS CLICA MEEEEEEEESMOOOOOOOOOOOOOOOOOO

.meeeeeeeel. - 5:11 PM

2 comentários

Wednesday, October 22, 2008


ok

Então vamos dar um ponto final nisto aqui.

Adorava aqui, agora nem adoro mais. Enfim, tudo que sobe desce e tudo que balança cai. É, sem vírgulas.

Será que migro pra outro? Será? Será? Questions.

Mas ainda tenho um ou dois textos de gaveta pra postar aqui. Quem viver verá...

.meeeeeeeel. - 4:18 PM

8 comentários

Monday, September 08, 2008


Cold Dog

Gente. Os casos bizarros me perseguem. O blog anda abandonado por causa da minha vidinha comum, e aí vem um negoço desses pra salvar a bagacinha aqui, hehe.

Olha o que vieram me contar AGORA MESMO, tem nem 10 minutos (olha a sanha de passar pra frente os segredos hahahahaha).


"A minha amiga Imaculada tava me contando que uma amiga dela é dessas muié que adora cachorro, né. E ela tinha um cachorro, desses pequenos, aí um dia ele morreu. A muié ficou inconsolável, chorava o dia inteiro, e pior: não sabia o que fazer com o corpo do cachorro morto! Aí, como ela amava o cachorro demais, não queria que ele ficasse largado por aí sozinho, coitadinho, e aí ela guardou o defunto dentro da bolsa dela. Era pequeno mesmo. Aí ela deixou ele lá, guardadinho. Aí a Imaculada tava conversando com ela e descobriu que a mulher tava guardando o cadáver do cachorro dentro da bolsa!
E a Imaculada xingou ela '
que absurdo, ficar guardando esse defunto aí dentro, dá um jeito de enterrar esse cachorro!' E aí ela lembrou que tinha um conhecido dela que tem um sítio, e ela resolveu enterrar o cachorro debaixo de uma árvore lá. Aí a mulher ligou pro cara, e ele disse que ela podia ir lá, ele tava no sítio, e enterrava o bichinho pra ela.
Aí foi a muié arrumar um caixãozinho pro cachorrinho: ela pegou uma caixinha de papelão, dessas daquelas televisõezinhas, arrumou uma caminha dentro da caixinha pra ele, ajeitou o pobre bichinho na caminha, embrulhou a caixa como se fosse pra presente, e pegou o carro e foi-se embora pro sítio do homem. Aí, no meio do caminho, na estrada, saindo da cidade, um cara assaltou ela!! Aí a muié ficou louca, implorou pro ladrão não levar a caixinha, e, lógico né!!, ele não quis nem saber, e levou a caixinha embora. Ficou tudo: o carro, a bolsa, o celular dela. Ele só fez questão de levar a caixinha! Hahahahahaah. Coitado dele quando ele abrisse o 'presentinho' e desse de cara com um defunto de cachorro fedorento!!"


Arggh!!!!

Recomendo a ela um serviço novo na cidade. Aposto que ela ia adorar, todos os ônibus estão divulgando:
Entregue seu bichinho muerto aqui.




PS: posso ter rido da história, mas que é triste quando o bichinho da gente morre, ah isso é!! Mas sem guardar a carcacinha dele na bolsa, por favor!!

.meeeeeeeel. - 5:05 PM

4 comentários

Saturday, July 19, 2008


Lembrâncias da Infança #7

E eu zoando a pobre amiga I porque ela foi parada na blitz... pois é... aí eu me lembrei que eu também já fui parada!!!! hahahahahahahahahaa!!!!!


Lá vamos nós.

Eu tinha uns sete aninhos (onnn que fofinhammmnnn), e minha mãe cismou de sair pra algum lugar, que, claro, não me lembro onde era. Já tô fazendo muito lembrando do fato em si, hahahaa.

Aí a gente saiu, no fiatzinho 147 branco dela (nóis é pobre, mais é felizi), duas mocinhas, minha mãe com seus 20 e poucos anos, com carinha de dimenor, e eu com sete aninhos e com carinha de três (idade mental, eu sei. já vem de longa data), duas mocinhas indefesas e absolutamente inocentes, inofensivas, e por aí vai.

Eis que numa avenida logo ali, não aquiiii, aqui, mas ali, descendo o morrão, perto de um grande terreno baldio que de vez em quando abriga uns circos, uns parques e coisas assim, a polícia tinha montado um esquemão de blitz.

Como eu num entendia nada, era tudo diversão woohoo. Ói os cara de uniforme marrom ali no sinal.
Aí eles mandaram a gente encostar. Sei lá, fiat 147, carro de pobre, tal, preconceito ululante, e por aí vai. Aí, como eles mandaram a gente parar baseado no nosso poder aquisitivo (carro velho...), eles devem ter se surpreendido com tamanha candura e inocência presentes dentro do carro. Aí eles nos deixariam ir embora!
Mentira.
Eles se surpreenderam com tamanha candura e inocência presentes dentro do carro, mas, como eles já tinham começado o serviço, tiveram que continuar, né! Só pra constar, né, moça, já que você não tem nada que deponha contra você e sua filha angelical.

AHAM!!!!!!!

Puliça:
- Carteira de motorista, por favor.

Mamis:
- Ixi... Tá aqui... ermmm... é... moço... é.. eu acho que eu esqueci em casa.
Puliça:
- Dirigindo sem carteira, hein????????????? Será que cê tirou carteira mesmo?????

Mamis:
- Não, moço, eu tenho carteira sim... mas é que... eu... é... esqueci.

Puliça:
- Vai tomar multa na orêia!!!!!!!!!

Mamis:
- EU POSSO IR BUSCAR ELA LÁ EM CASA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Puliça:
- Então busca.

Mamis:
- ae (com a mão no volante, já, pra se escafeder dali)

Puliça:
- Mas o carro fica aqui. Só pra garantir.


Nesse exato momento, que minha mãe desce do carro, desce um helicóptero bem aqui e aterrisa no terreno baldio (que fica bem ao lado do lugar onde tava a blitz)!!!! Dá um ventão e sobe um montão de areia, tipo cena de filme mesmo!!

Eu:
- CARAMBA, eles vão prender a gente!!!! Mandaram até reforços!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
(mas isso eu só pensei, né!!!!!! vê se eu ia falar um bobajão desse na frente do puliça! a corporação inteira ia tá rindo da minha cara até hoje!!!!!)


Aí eu tive que ir com minha mãe até em casa pra pegar a carteira esquecida, né! Que existe, viu? Aí, a gente teve que ir de busão - que demora uma eternidade (desde aquela época.. ele demora até hoje. sei de gente que tá esperando ele ali desde 1994 e nada dele aparecer ainda, só passa do outro lado) - porque ir a pé não dava, né? Mó morrão pra subir.

Então, depois de três horas, chegamos até em casa, e, antes de abrir a porta, minha mãe, inofensivamente e carinhosamente, me dá um singelo aviso:

- Se você contar isso pro seu avô, eu te ESGOELO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Opa, eu sou um túmulo!!!!!!

Aí a gente voltou, depois de umas 7 horas (tá, mentira, uma hora ou duas), pegou o carro e fomos lá pro lugar que a gente tava indo. Que nem lembro o que era, mas, com certeza, não tinha hora marcada, não é mesmo, minha gente?

.meeeeeeeel. - 5:04 PM

5 comentários

Friday, June 20, 2008


Lembrâncias de Professores

1)

Tinha uma amiga minha na minha sala que era minha cara. Assim, todo mundo achava né. A gente não achava, mas povo mexia na rua chamando a gente de gêmeas, no colégio o pessoal zoava, enfim.
Até que um dia a gente tava na aula de informática e o professor veio mandar a gente calar a boca (a gente falava muito e muito alto e MUITO escandalosamente), e ele falou:

- Parece irmã!!!!!!

Eu:
- IDIOTA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Meninas engolem em seco. Eu também. O professor só parou, virou e me olhou com um olhar pra lá de psicopata:
- QUÊ??????????????????? O QUE VOCÊ DISSE???

Eu:
- Que você é o professor mais legal do mundo!!! É sério!! Eu não falei nada!!!!!!

Ele:
- Tá, dessa vez passa.

Depois dessa, repensei minha mania de chamar os outros de idiota. Tive que mudar toda uma mania cuidadosamente adquirida havia uns cinco anos já...


2)
Com o mesmo professor.
Não me lembro por que, eu e minhas amigas tavamos mostrando pra ele uma foto nossa (só das meninas, né), acho que a gente tava dando a foto pra ele de recordação (hahahahaha, gente, releva, era 3° ano, a gente era sentimental!) - de fato, agora me lembro, a gente até escreveu dedicatória atrás da foto, hahahahaha. Não, a gente não era apaixonada por ele, ele até namorava outra professora, mas isso é assunto pra outro post, huhu.

- Professor, esta foto é procê lembrar da gente pra sempre, tem que colocar numa moldura bem bonita!

Ele:
- Vou é colocar na janela!

- Pra quê?

Ele:
- Pra espantar as baratas!!!

Eu:
- Pelo menos a gente espanta!!! E você que atrai!??????

Ele - olhar psicopata.
Meninas - cara de medo e segurando o riso, porque ninguém tinha escutado essa ainda.

Eu - precisa nem falar que eu saí correndo corredor afora depois dessa né? Eu sou CoVaRDe!!!!!!! (ahahahahahaha adorei a gíria)
Detalhe: a gente ganhava "pontos de atitude", ou seja, quem desrespeitava professor tomava ferro nos pontinhos. Ainda bem que o home não considerou isso um desrespeito, né!!! Afinal, era a verdade, não é mesmo, minha gente?

.meeeeeeeel. - 3:03 PM

6 comentários

Friday, March 07, 2008


os ônibus dos outros!

Isso nem aconteceu comigo, foi relatado pra mim por uma amiga minha. Procês verem que coisas murphyanas em busões não acontecem só comigo!!



Bom, essa moça, L, tava grávida, de barriguinha já bastante proeminente, e pegou o seu querido transporte motorizado compartilhado pra voltar pra casa, depois de um dia deveras cansativo estudando e fofocando.
L entrou no ônibus e, como toda grávida ciente de seus direitos, ela ficou na parte dianteira do veículo, esperando que alguém lhe desse o lugar para sentar. (bom, pra quem não sabe, aqui a gente entra no ônibus pela porta da frente, e os lugares que estão antes da roleta são reservados pros idosos, deficientes e grávidas. Só que nem sabe isso é respeitado, né. Vergonha...) Enfim, as pessoas sentadas nos lugares reservados não eram idosas e nem deficientes e nem grávidas, segundo L.
Ela, cansada, morrendo de ódio, bufa:
- MOTORISTA, PÁÁÁÁÁÁÁRAA ESSE ÔNIBUS!!!!!! EU VOU DESCER SEM PAGAAAAAAR!!!! NINGUÉM QUER ME DAR O LUGAR PRA EU SENTAR, EU TÔ GRÁVIDA E CANSADAAAAAAA!!!!!!!!!!!!
O motorista, que provavelmente sabia que não se discute com uma mulher irada, parou na horinha e deixou a moça injustiçada descer.

Aí L vai esperar outro ônibus, que ela espera que as pessoas sejam educadas e lhe dêem o lugar. Depois de uns 20 minutos (sim, o busão dela é bem demorado!), chega o coletivo!! L dá o sinal pro bicho parar, toda feliz, imaginando que vai enfrentar o resto da viagem *que é bem longa* sentadinha confortável antes da roleta.
L sobe no busão e toda sua esperança desce ralo abaixo: todos os lugares reservados estão ocupados. POR IDOSOS. Ela não podia nem xingar dessa vez!

"Bosta!!!" - pensou L. E se conformou de viajar em pé, já que ela não arriscaria a descer pra esperar outro busão, afinal, já tava de noite, e o lugar não era dos melhores.



Mas eeeeeeeeeeeeeeeeeeis que, faltando 20 minutos pra ela chegar em casa, o ônibus ESTRAGA!!!! E, segundo ela, não dava pra ir o resto a pé, porque o lugar era perigoso mesmo!
Resumindo: ela teve que esperar o terceiro ônibus, que, com certeza, veio mais lotado que todos os outros!! Ah nem, gente. Quando esses cientistas vão inventar o teletransporte, hein? Faz falta, pô!!!!!

.meeeeeeeel. - 3:10 PM

15 comentários

Tuesday, March 04, 2008


Bipartição

Pois é.

Todos sabem aqui que eu sou uma pessoa bastante esperta, antenada e tal.

Daquelas que nunca dariam uma manota, sabem.


Pois ééééééé.


Aí eu tenho um periquito, desses que o povo compra e eles morrem duas semanas depois. Mas o meu, além de chato, é bem velhinho, já tá quase apitando na curva dos seus seis aninhos.
Falando assim, parece até que eu não gosto dele, né? Eu gosto. Ele que não gosta de mim. Também, cara frio. Minha tia comprou ele e a sua fêmea. A fêmea não aguentou o enjoamento dele e até fugiu, tamanho seu descontentamento. E ele? Nem tchum, continuou lá, vivendo sua vidinha, verdinho, verdinho.

Então, como o passarinho tá véio, eu fico de olho pra ver se ele tá bem, se num tá doente, essas coisas. Porque, apesar de ele não gostar de mim, eu até gosto dele. Sou legal (Y)

Aí, hoje eu cheguei em casa e escutei ele cantando. Digo cantando porque eu não sei que barulho periquito faz. Eu poderia dizer arrulhando, mas quem arrulha é pomba e eu detesto pomba. Enfim. E digo cantando em itálico porque ele faz um QUÉ-QUÉ-QUÉ tão intenso que às vezes parece que tem uns sete periquitos dentro da gaiola.

Então, eu ouvi ele fazendo o seu quéquéqué característico, só que ele parecia rouco, parecia que ele tava cansado, gripado, nervoso, rouco!
E ficou o dia inteiro assim, um quéquéqué diferente.

Pensei: ih, pronto. Adoeceu. Agora é só esperar a hora que ele vai fazer pimba no poleiro... :(

Então, como boa veterinária que sou, fui dar uma conferida no material penoso na gaiola. Assim, só pra ver mesmo, se ele tava... ahn... legal.

NOSSA.

Chego lá e vejo o quê?

DOIS.

DOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOIS.

GÊMEOS.
IDÊNTICOS.


e eu: QUÊ///// COMO FAS/// COMO ASSIM BIAL??????
na maior cara de Q (:Q), sem entender patavina como de repente um periquito escandaloso virou DOIS periquitos escandalosos!

Vááárias hipóteses passaram pela minha cabeça em menos de um segundo...
♥ Bipartição?

♥ Ele teve filhote? Mas como??? Além de solitário e celibatário, ele é, até onde sei, macho!

♥ Crescei-vos e multiplicai-vos?

♥ QqqqqqqqqqqqqqqqqqQQQQQQQQqQqqqqqqqqqQQQQQQQQQqqQqqqqqqQQQQ??


Até que, depois do susto (sim, eu assustei, uai!!!! De repente baixa a Biblia na gaiola do meu passarinho ancião e eu lá vou achar normal???!!!!), recobrei a sanidade mental que me é peculiar e cheguei até alguém responsável, perguntando:
- quê? como assim outro periquito?
Até que recebi a resposta (a mais sem graça possível, diga-se de passagem, já que eu esperava um mistério, um milagre ou mesmo uma alucinação):
- ah, eu ganhei essa fêmea aí hoje de manhã... num é engraçado? ela é igualzinha o outro!



:PPPpppPPPppppppPPPP!!!

.meeeeeeeel. - 5:32 PM

7 comentários

Thursday, February 14, 2008


Lembrâncias da Infança #6

Então.

Estávamos almoçando fora, em família, num restaurantezinho daqueles que tinham escorregador, balanço, enfim, brinquedos pras crianças se distraírem enquanto a comida não vinha. Aliás, a comida demorava. Muito. Bela tática pra gente valorizar a comida!

Eu tinha uns oito aninhos, estava no auge da pré-adolescência (segundo a Sasha), e ainda me dignava a brincar no playgroundzinho disponível (afinal, hoje em dia, as meninas de oito aninhos se preocupam mais em usar microssaias da Bicho Comeu).

Aí, brincadeira vai, brincadeira vem, de vez em quando eu passava na mesa pra fazer uma hidrataçãozinha básica: um copinho de Guaraná que ficava me esperando ansiosamente na ponta da mesa. (hoje em dia, as meninas de oito anos não tomam mais refrigerante porque dá estrias)

Mas eis que eu estava tão concentrada na dinâmica do balanço, que eu fui correndo até a mesa caçando meu guaraná, e botei na boca todo o conteúdo do primeiro copo que vi na beira da mesa, sem nem perceber o que era.

Sou acordada dos meus devaneios quando os desesperados (e risonhos) gritos de minha vó ecoam em meus tímpanos:
- MENIIIINA, ISSO É CERVEJA!!!!!!

Hoje em dia, meninas de oito anos tomarem cerveja é algo bastante natural. Daqui a uns meses, provavelmente nem será crime oferecer bebida a elas. Mas, àquela época, foi um atentado à minha importantíssima condição de infante e provocou uma indignação imensa na minha avó. Tá. Mentira. Descartem todo este parágrafo.

Ao ouvir tamanho absurdo, olho de volta pro copo e vejo a espuma característica.

Como sou pessoa de MUITA classe, eu dei um sorriso sem graça. Isso é classe, bem.
Aí eu olhei prum lado, olhei pro outro e pimba! cuspi tudo no chão.

Sim.
Eu cuspi tudo no chão, diante dos olhares pasmos de minha vó e de todo o restaurante.
Até garçom riu da minha cara.
E eu, que nem tinha sentido o gosto da cerveja, quando vi que era CERVEJA, achei muito ruim. Se ela tivesse falado que era licor de chocolate, talvez tivesse descido melhor.

Bom, o que aprendi com isso? Hoje em dia, além de não beber do lúpulo de Hallertau (é assim que escreve?), ainda confiro sempre o copo de Guaraná que vou sorver. Um luxinho. Douradinho com espuminha eu não tomo, simples assim.

mel - 8:54 PM

7 comentários

Wednesday, November 28, 2007


o causo da lôka

É fato costumeiro eu perder o juízo. Eu sei.
Às vezes eu tenho certeza de que, de vez em quando, o tico e o teco aprontam uma confusão dentro da minha cavidade craniana oca e minhas idéias sãs vão pro beleléu.

Então.
Estava eu no ponto de ônibus, feliz e sorridente, no centro da cidadezinha. Aquela mesma, que eu amo radicalmente. Poisintão.

Gente. Juro que desta vez não é caso de ônibus. Desta vez não!


Aí eu tava lá, esperando o querido Mercedão. Tinha umas cinco mulheres meio que em fila, e eu me incluo nessa conta.

Eis que, de repente, não mais que de repente, surge um mendigo, atravessando a rua e vindo em direção às mulheres. Era um mendigo mais velho, mas não tava sujo (isso é fundamental ressaltar, vocês vão entender o porquê mais abaixo). E o mendigo veio direto na "primeira" da fila, falando "vai me dar dinheiro agora!" e foi passando na fila, mandando as mulheres darem dinheiro a ele e beliscando o braço delas (hehehehehehe, é cada coisa...). Então, como sou esperta pra caramba, eu vi que ia ser a próxima e saí da fila.
Só que o mendigo, que não era bobo nem nada, me viu e veio direto nimim.
Mas não me pediu dinheiro. Ele estendeu a mão pra mim. Até aí, o tico e o teco estavam racionais. Mas o mendigo continuou com a mão estendida. Então, tico e teco entraram em pane, foi o caos na minha cabeça. De repente, o mendigo com a mão estendida na minha frente me pareceu super normal, então eu dei a mão pra ele e o cumprimentei. Até aí, tudo bem. Ainda não é nada grave.
Só que ele pegou minha mão e beijou!!! Ô meu deus!!! E eu achei aquilo natural, sabe? Como se todo dia eu saísse de casa e mendigos viessem beijar minhas mãos de princesa da Cracóvia.
Tá. Ele beijou minha mão e depois ele estendeu a dele pra eu beijar. Prefiro não contar o resto da história, HAHAHAHAHAHAHAHA. Eu disse que o tico e o teco tavam aprontando altas confusões. Eu avisei!!!!!

Aí, de repente, tudo voltou ao normal, e eu pensei "gente, e se ele grudar nimim?????? Olha o que eu fui fazer!!" Aí eu virei pro mendigo e falei "Vai com Deus, meu filho!" e ele respondeu "Fica com Deus também!" e todos foram felizes para sempre.


Tudo bem que a parte verdadeiramente chocante da história eu não digitei, mas fica subentendido, né????? Prefiro não chocar os outros com minhas abilolações mentais!
Mas que foi engraçado foi, fiquei rindo disso o resto do dia todo! Aiai.....

.meeeeeeeel. - 8:08 PM

17 comentários

Saturday, November 17, 2007


Caso di puliça!

Enton.
Depois de quase sete anos sem dar as duas caras por estas bandas, eu voltei, agora pra ficar. Mais ou menos, mesmo porque ainda tô em ritmo de final de semestre, sabe como é.

Aí eu preciso contar um caso que aconteceu com minha amiga I. Minha amiga I é uma fonte de casos bizarros. Ela que tinha que ter um blog, não eu.

Daí que essa minha amiga I é de Governador Valadares. A cidade mundialmente famosa por fornecer imigrantes ilegais aos Isteites. E que apareceu numa novela da globo. Pois bem. E nós, suas amigas, adoramos zoar suas origens. A gente é legal, mas a gente fala que ela é coiote. Só porque a gente nunca foi aos Isteites, a gente é mó invejosa, y'know?

(ps: acabei de descobrir no Wikipédia que Governador Valadares também é chamada de Goval. Que coisa feia, pelamor.)


Aí, eu acho que não contei pra vocês, mas a gente teve que fazer um trabalho cabuloso sobre o filme Hairspray. O filme é legal,mas isso não conta. A gente teve que ir ao cinema, assistir ao filme e quiçá baixá-lo nos nossos próprios pcs carrocentos pra assistir de novo, porque um é pouco e dois é bom. Só que eu fui ligeirinha ao cinema resolver isso, e a minha amiga I enrolou pra ir, e acabou que o filme tava quase saindo de cartaz, disponível numa sessão às 21h30 num cinema bem distante de sua moradia.

Então, a nossa amiga I teve que ir nessa sessão às 21h30, no shopping praticamente diametralmente oposto à sua casinha aconchegante. Num sábado a noite.
Na ida pro shopping (porque aqui na cidade que eu amo radicalmente, cinema é só em shopping, cinema fora de shopping é para os alternativos e filmes pornocult), nossa amiga I pegou um busão e fez uma longa viagem até lá. Tinha uns playboys imbecis gritando "Isso é um assalto!!" dentro do ônibus, mas I nem ligou, ela sabe que isso não é nada perto das coisas bizarras que ela vivencia. De fato, não era um assalto e I chegou vivinha ao shopping pra ver o filmaço.

Aí, nossa amiga I viu seu filme, se identificou com a protagonista e ia embora. Porém, já era mais de meia noite, e nossa amiga I, muito sensata, resolveu tomar um táxi pra ir pra casa, mesmo sabendo que a viagem ficaria em torno de cem reais. Tá, mentira, cinquenta.
Dentro do táxi, I se sente aliviada, imaginando que chegaria em casa sã e salva. Ledo engano, baby.
Exatamente no meio do trajeto, numa avenida movimentada (principalmente à noite, com seu público muito sexuado), uma blitz policial pára o seu querido táxi.
I se encolhe no banco de trás. Pobrezinha, tão doce, com uma voz tão inocente e infantil, ela logo passaria dessa blitz. Rá.
Mas eis que o puliça mete o carão pra dentro do táxi e a manda descer.

GEEEENTE. Eles descobriram que nossa amiga I é coiote e manda muitas Sols à América diariamente!!!!!!!!!!


Tá, mentira. Eu juro que I é inocente. Mas os puliça num acharam, e além de mandá-la descer, ainda a revistaram!!! E revistaram também sua mochilinha roxa!!!! Não encontraram nada além de chaveiros da Hello Kitty e relógios da Britney Spears, mas mesmo assim ainda desconfiaram da pobrezinha. Coitadinha. Pelo menos, deixaram ela ir depois disso.


Daí, I conta isso pra gente na segunda feira. A gente se contorce de rir. E o que mais a indignou?

"É QUE ENQUANTO OS POLICIAIS ME REVISTAVAM, O TAXÍMETRO TAVA SÓ CORRENDO!!!!!"

Essa é das minhas.

mel - 7:00 PM

11 comentários

Wednesday, October 17, 2007


Ônibus legal

Hoje, na minha viagem diária, voltando pro quartel-general, peguei o Mercedão com Motorista lá longe e ele vinha, na maior manha, maior tranquilidade, agilidade e amor.

Chegou chegando.

Sabe? Ele tava todo serelepe, funcionando direitinho. Tem vez que a gente pega uns ônibus que parecem capengas, parecem que vão estragar a qualquer momento. Algumas vezes eles estragam, outras não. Mas o onibusinho de hoje tava limpinho, rodando direitinho, eu nem cogitei a possibilidade.....


.....mas eis que está chegando à minha alcova. Faltando somente dois pontos......

.....ele pára no ponto logo anterior ao que eu desceria. Na hora que ele vai arrancar, ele NÃO CONSEGUE! Sabe? Tipo quando a gente tá correndo e dá uma cãimbra e pronto, não dá mais? Tipo isso. Ele não conseguiu arrancar! O motorista foi tentando amaciar o busão-xucro, falou umas bobagens ao ouvido dele, mexeu em sua marcha, mas nada. Ele andou mais um tiquinho. Pra faltar tipo DEZ metros pro ponto onde eu desceria!! HAHAHAHAH.
Aí eu já tava na porta, pronta pra descer. Mas eu fiquei esperando pra ver. Queria saber se o bichinho adoeceu mesmo. Gente. Ele finalizou mesmo. NEM AS PORTAS ABRIAM! O trocador teve que abrir com a mão!

Nunca vi Murphy ser tão legal comigo quanto hoje!


Tipo, porque eu ia descer o resto a pé. Era pouquinho, mesmo. Sim, Murphy foi legal MESMO, não fui irônica!
Mas o pessoal que ia descer mais longe sobrou. Porque esse busão demora, mas que demora. Tipo meia-hora, normalmente.

Foi legal.

.meeeeeeeel. - 9:49 PM

17 comentários

Monday, October 08, 2007


Lembrâncias da Infança # 5

Ou: Doce Vingança, ahahahhaaaaaaaaaaaaaaa.


Bom, eu sempre fui uma garotinha muito estilosa. Isso foi um eufemismo pra brega, mas mesmo assim, eu era muito estilosa. Não era todo dia que aparecia uma menina de batom preto ou azul no colégio, não é mesmo, minha gente? Eu não tinha vergonha nenhuma, ah, que orgulho dessa menina.

Eu tinha 12 anos quando esta lembrância aconteceu. Eu costumava ir ao colégio com uma botinha. A botinha não tinha nada de mais, e olha que não tinha MESMO. Ela era de camurça (era hype na época), tinha um leve saltinho grosso e um cano médio, nada de mais.

Só que tinha uma menina, ela devia ter uns 14 ou 15 anos, que me via com aquela maldita botinha e ficava me enchendo o saco, pejorativamente mesmo, tipo "ah, olha lá a baranga, olha que ridícula". Um autêntico bullying, hehee. Eu só olhava pra ela com cara de Q. Talvez se fosse hoje, eu caçava briga. Ou não, hoje eu sou riponga (mentira, pelamordedeus).
Mas todo dia essa menina mongol enchia meu saco. E todo dia ela ficava depois da aula, esperando o papai dela buscar ela. E eu também tinha que ficar, porque meu motorista (do escolar) vinha me buscar. E ela ficava rindo igual uma hieninha, hehehe.

Mas um dia veio minha vingança, MWAHAHAHAAHHAAHAHAHAHAAAHAHAHA!!!!!!

Nesse dia, lá estava ela, toda sentadinha na escada, de costas pra porta do colégio, fofocando com uma amiga monga dela.
Lá estava ela toda sentadinha e com um MEGA COFRE HORRÍVEL PRA FORA! AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!! E virado pra rua, ahahahahahahahaahahaha! E com uma calcinha horrorosa, daquelas de véio, enormes que vão até o umbigo, ahahahahaahahahahahahahahahha!!!!! Todo mundo que passava via. E eu lá, só olhando pra ela e morrendo de vontade de avisar. Mas avisar depois que todo mundo visse. Mas claro que não fiz isso, deixei ela pagar vexame até a hora em que a bunda uó dela cansou do chão.
Ó doce vingancinha! Nunca mais vi a menina com os mesmos olhos depois disso, huhuhu!

mel - 2:42 PM

11 comentários

Saturday, September 29, 2007


Aos noveleiros decepcionados

Vocês viram aquele muquifo de final ontem, né. O final da novela Paraíso Tropical, né.
Que final horrível, e o que é pior, copiado, descaradamente, do final de Celebridade, que, olhem só!!!, também foi de Gilberto Braga. Cara péssimo, APRENDE A ESCREVER FINAIS DE NOVELA!!!!!!!!

O final de Celebridade também foi HORRÍVEL, tudo ÓBVIO, meloso, sem graça, IDIOTA!!!
COMO FAS///

Esse autor desclassificado parece que pegou o final de Celebridade no Word, deu ctrl c + ctrl v e depois usou o "localizar e substituir": localizou "Laura" e substituiu por "Olavo". Localizou "Michê" e substituiu por "Bebel", localizou "Renato Mendes" e substituiu por "Taís", localizou "Marcos Palmeira" e substituiu por "Daniel", localizou "Malu Mader" e substituiu por "Paula Bastos".
Gente. Como ninguém percebe isso????????????

E mais: quem viu Celebridade lembra: "Quem Matou Lineu?"
Pois é, polêmica nacional. Um monte de suposições... e, no fim, o óbvio: a vilã Laura matou o Lineu! Olha que chocante!
Por isso, ontem, quando vocês viram a novela, ficou aquele deja-vu, sabe? Sim, você já viu isso antes, huhu.

(obs: não lembro o nome dos personagens de Celebridade. Mesmo olhando no wikipédia, achei páia colocar, queria botar do jeito que eu lembrava. Por isso botei os nomes dos atores mesmo.)

MAS GENTE!
Acho que esse Gilberto Braga até podia continuar escrevendo suas novelinhas. SÓ QUE DEVIA COLOCAR UM ESTAGIÁRIO PRA ESCREVER O ÚLTIMO CAPÍTULO, pra ver se ALGUMA COISA MUDA!!!!!!!!!!! Globo: carne nova, por favor!
Se eu soubesse mexer com vídeos, colocaria um vídeo comparativo dos últimos capítulos de ambas as novelas, pra vocês verem como é real, HAHAHA.

Tá osso!
ME CONTRATEM PRA ESCREVER ÚLTIMOS CAPÍTULOS!!!! Prontofalei.
Pra quê suspense sobre o óbvio???


(ps: a Globo andou entrando no meu blog. Vocês já me conhecem. Agora é só contratar. Assino onde?)

mel - 10:21 AM

14 comentários

Tuesday, September 11, 2007


Consultoria Sentimental

SSSIIIMMM, nossa consultoria sentimental legal legal mais que legal não acabou não. Só demos um pequeno hiato, porque a safra amorosa das leitoras assíduas deste blog estava ótima. Mas aí o tempo secou, a umidade do ar baixou, e a qualidade da vida séquissual em consequência diminuiu um pouco, mas nada que um bom lubrificante ou toalha encharcada no quarto não resolva.


Passemos aos clamores de nossas leitoras mal-amadas!

1) Querida SUPLENTE da Miss Supahstah (Cretina, prazer), minha relação com meu marido andava meio morna. As relações também. Aí ele deu a idéia de nos aventurarmos por esse mundão de meudeus: o sexo na internet. O que você acha? Preciso da resposta rápida, ele ameaçou ligar a webcam hoje à noite!
Bom, queridinha. Na verdade, acho que seu maridinho tá é querendo inventar uma desculpa pras fotos nuas dele que vêm circulando na internet há mó tempão. Eu mesma já recebi um email com elas em anexo. Não olhei, lógico. Mesmo porque eu imagino que seja mixaria. Mas se ele se exibir com seu consentimento, ele vai dizer que a culpa das fotos e vídeos (sim, vídeos) vazarem é sua. Fica esperta, hein. A propósito, sei um jeitinho bacana de gravar as imagens da webcam. Depois me lembre. Ah, outra dica: nu só se for por dinheiro. Muito dinheiro. Aprenda a lição com as piriguetes da vida: Bárbara Paz (atualíssima), Carla Perez, Sheila Melo - só posam por dinheiro. Mesmo se for pro marido.


2) Miss Supahstah, eu preciso da sua ajuda!!! Eu quero casar com meu cunhado!!!
CREDO!!!!!!! Próxima!!!!

...

Tá, eu dou um avisinho: o próximo cunhado provavelmente será seu atual marido. Interessante, não? O mundo dá voltas ok. Depois dá uma benzidinha e um banho de sal grosso. Tá, mentira.
Depois me mande uma pergunta mais bem elaborada me explicando os motivos de você querer trocar seu marido pelo genérico dele. (ou o genérico pelo original, vai saber a diferença de idade...)

3) Tenho um problema: meu namorido não conversa comigo! Moramos juntos, mas ele não dá um PIO! E quando eu o forço pra falar, ele dá uns grunhidos e gritos!! Isso quando eu não o peço pra dizer "Eu te Amo", porque quando eu peço isso, ele surta total! Despiroca!! O que está acontecendo, Miss Supahstah?
Você tem certeza de que conheceu seu namorido no século XX ou XXI? Se sim, o caso é grave. Porque parece que ele está sofrendo de uma doença psicológica e psicossomática gravíssima
que é também conhecida como "Regressão", algo muito praticado em alguns consultórios. Acontece que seu namorido deve ter contraído essa doença em uma de suas andanças por aí - ou talvez devido a algum choque: por acaso você disse a ele alguma vez que estava grávida? Mesmo sem estar? Pois é, ele deve ter ficado chocadíssimo e surtou.
Agora, se ele anda despirocando, talvez os gritos e grunhidos tenham outros fatores como causa. Ele andou usando camisa rosa ultimamente? Reclamou de dor de garganta? Anda comendo direito? Sai à noite? Se a resposta a essas perguntas forem sim, tenha uma conversa franca com ele e diga que você não tem preconceitos. Mas que ele deve tomar cuidado com a garganta. Diga a ele pra usar a desculpa do pigarro. Ainda cola.


Continuem mandando seus emails freneticamente!!

.meeeeeeeel. - 10:33 PM

7 comentários


Britney Spears e toda sua beleza no VMA 2007 - melhores momentos

Gente.
Como alguém pode falar que Britney fez vexame no VMA?????


HAHAHAHAHA. Que isso. Nem a Rihanna concorda. Muito menos o 50 Cent.

A interpretação clichê da foto acima é: "rindo da própria desgraça". Acho apropriada, mas não queria repeti-la. E não o farei.
Em vez disso, digo que ela está disfarçando um ligeiro pigarro. Talvez um espirro ou um arrotinho maroto. Um catarrinho entalado que a impossibilitou de cantar. Por isso o playback.


Na foto acima, ela tá fazendo a maior firula pra cagar. Pagando de Jade. Agacha de uma vez, já que não tem privada, amiga!
Ah sim, desculpe-me. Sua forma física não lhe permite o agachamento. Tem que ir aos poucos. Entendo, sei como é. Ainda tem que contar com a ajuda dos dançarinos. Esses sim, gente boa. Mas aqui, quem avisa amigo é. Cê pediu pra eles ficarem de costas pra não ver você defecando. Mas eles estão se virando, fique de olho ok.

"Veja meu corpão!!! Sou gostosa ok. Tenho 25 anos, 90cm de busto, 97 de quadril e 100 de cintura, sou gostosa ok. Mas na foto eu saí com a barriga meio proeminente porque eu puxei a pele ali, com a mão. Aí deu volume. Eu sei que tinha que ter puxado em direção às costas, ok. Me confundi, vlw!"
- Britney em pose de Pin-Up do McDonalds. Luxo.



Aqui Britney está tentando reaprender a andar em linha reta. Tentando equilibrar seus quilinhos sobre os pés. You go, girl. Mas é bom tentar evitar a expansão da pança. Atrapalha o centro de gravidade. Fica a dica.


Aqui Britney se confunde e acha que o dançarino (medo.) caído no chão é um possível cliente seu. Sim, cliente. Ela já entra em posição de "semi-pronta pra dança do acasalamento". O cara tenta avisar que não é nada disso que ela está pensando, e que ele está ali apenas por ser um bom profissional...

...mas eis que aí aparece do nada um travecão (de calça de couro ma-nô!) e agarra nossa Britnéia pelo ponto fraco: o panção. Britneca não se faz de rogada e abusa até do travecão - afinal, pra ela o que vale é a máxima: se não tem cão, caça com gato OU até mesmo a famosa "caiu na rede é peixe".
Há quem diga que o travesti se aproximou porque achou que o aplique de Britney fosse de boa qualidade, e queria roubá-lo para si, por inveja mesmo. Ao chegar perto, se decepcionou e disfarçou dando umas pegadas sensuais na barriguinha de BriBri.

Aliás, cadê o piercing no umbigo da Britney? Juro que tinha um ali.

.meeeeeeeel. - 9:18 PM

23 comentários

Tuesday, September 04, 2007


os busão de novo. geeente, como rende.

Nossa, hoje no busão teve um bafão. Ou basfond, como preferir. (isso depende mais da sua orientação sexual, mas enfim)

Tava eu lá no busão, feliz e contente por ter saído mais cedo, e também quase dormindo, porque eu morro de sono naquele busão (tem um sonífero naquela janela!! ééé... melhor sonífero que mijo - um dia tinha - ai que uó!).
Aí o busão pára num ponto.
Eu, que sempre tô apressada, não tava nem aí. Parou, beleza.
E me diverti olhando pro asfalto esperando o busão sair (eu tava sentada do lado esquerdo do veículo - viu, não repeti a palavra "busão").

Aí eu vi que o busão ficou parado muito tempo. Uai, que estranho. Naquele ponto no meio do nada??? Tá, mentira, há civilização perto, mas não tanta civilização a ponto de um busão demorar minutos pra pegar todo mundo, correto?

Aí eu escuto um barulho de walkie-talkie (é assim mesmo que escreve? ou é ok-tok?) e logo penso (isso ainda olhando pro asfalto, eu nem me dignei de virar a cabeça pro lado de dentro do busão): "Nossa, tem um fulano qualquer aí usando Nextel... que aparecido..."...

Nisso aí eu me viro, curiosa pra ver a cara do sujeito usando Nextel (eu já vi cada um... uma vez um cara conversando com a filha pelo Nextel... um luxo só), quando eu vejo um puliça, puliça não, policial mesmo, um policial deeeeeeeeeeesssseee tamanho, fortão, com capacete e tudo, entrando no busão pela porta do meio e carregando seu okitoki.
- Eu: NOOOOOhhhh. - Só pensei né. Não conhecia ninguém no busão. Já pensei: puuuutz, é blitz, eles vão me revistar!! (detalhe: fui comprar umas revistas hoje)
Aí o Policial xinga um cara que tava sentado lá atrás. Manda o motô abrir a porta de trás e manda um colega dele entrar lá e pegar o cara. Nossa, a frase anterior foi quase tão ambígua quanto uma narração de jogo de futebol.
Aí o caléga do policial entra lá, e pega o cara e joga o cara na parede. O cara até arrumadinho, olha só que aparências enganam. Todo mauricinho. Nem precisa dizer o motivo da perseguição né.

Aí o puliça deixa o motô imbora.

Aí eu cheguei aqui e tô contando isso pra vocês, huhu. Só porque foi engraçado mesmo, mas tinha uma possibilidade potencial de ser muito pior, hehehe. Credo! *bate três vezes na madeira*



(e que nenhum professor de Redação leia este post. Porque 90% dos parágrafos começaram com "Aí". Ah gente. Aqui é quase uma mesa de bar. Mas eu só tomo refri, ok.)

mel - 1:48 PM

7 comentários

Quem sou eu:

Moça, casada, atualizada,
chocólatra, não-alcoolizada,
consultora de moda (aham..).... Eu sou apaixonada com esta coisa aqui!
E se você me disser que não acredita, eu te mordo!
Verdade.

Tá, mentira. Mas fica por isso mesmo. Né gente. Quanta preguiça.





Participe da Consultoria!
(copie o email)


Música do Momento:

  • *Lady V*


  • Melhores Posts:

  • Carla Tenistinha
  • História da Carroça
  • Consultoria de Moda e Etc


  • Ó eu aqui também:

  • Meu Fotolog(Novinho e Lindí­ssimo!! - morrendo)
  • Celebrities Bit Me (Estamos Voltando!! - em 31 de fevereiro)
  • Fogo Fogo Fogo!! (em estado de letargia)
  • Miss Lucifer (blog morto...)
  • Fotolog Morto(Muerto)


  • Blogs que eu bico:

  • A Democracia é uma Falsa do Caralho!
  • A toa!
  • Abuso Letal
  • Acid Within
  • Agnóstico Vagabundo
  • Arriada
  • Beleza Exterior
  • Binair Lines
  • Blasé
  • Black Katze
  • Blog do Cássio
  • Blog do Gonzo!
  • Blog sem nome do Ariel L.A.C.!
  • Blog sobre Mark Ryden
  • Cerveja, Resmungos e Insanidades
  • Chronicles About Me
  • Club Social
  • Como viver (in)corretamente!
  • Delí­rios Lucarianos
  • Desventuras
  • Dizer o quê?
  • Epifanias
  • Escrevendo Errado por Linhas Retas
  • Estimulanet
  • Extraordinário Ordinário BloGGer
  • Fiapo de Jaca
  • Garoto Falido
  • Goiabas Verdes Fritas
  • Homem é Tudo Palhaço!
  • Isso Só Acontece Comigo!
  • Kiropo & Adiós Kitty
  • Kitty Mamba
  • Legenda Urbana
  • Leis de Murphy
  • Márcio Pimenta
  • Maybe This Time
  • Melhores Propagandas do Mundo
  • Mixirica Mutante
  • Mundico
  • Mutatches
  • Negão Internauta
  • Ninguém Lê Esta Porcaria
  • O Cão Ocidental
  • O Irrevogável
  • On The Rocks
  • Preto, Pobre e Suburbano
  • Quarto 1222
  • Quimera Ufana
  • Sem Lápis Nem Papel
  • Sem Tí­tulo Ainda!
  • Serial-Matinal Net Zine
  • Silent All These Years
  • Sutiã Quarenta e Seis
  • The [Nick Goes Here] Project
  • The Looking Mirror
  • Tocando!
  • Três da Sete
  • Um Paí­s Chamado Uati
  • Unspoken Words
  • Upside Down
  • Verde Limão
  • Vesperax
  • Vibrador Portátil
  • WC Donalds


  • Disse antes que... Disse há mais tempo...

    Blog com Grelos
    Blog com Tomates





    Adicionar aos Favoritos BlogBlogs


    Créditos

    *Mel*

    Powered by Blogger

    BlogBlogs.Com.Br